4 passos simples para otimizar seu tempo sem sofrer
Human hand working with laptop networking technology

4 passos simples para otimizar seu tempo sem sofrer

Que atire a primeira pedra quem não desejou alguma vez que o dia tivesse mais de 24 horas. Em nossa rotina pessoal e profissional encontramos muitos afazeres que por vezes ocupam quase todo o nosso dia, restando apenas tempo para dormir e, às vezes, nem isso.

Como não podemos simplesmente abrir mão de nossas responsabilidades, uma alternativa viável é mudar alguns pequenos hábitos de modo a organizar melhor o seu tempo:

1- Liste tarefas e defina sua duração

Muitas pessoas têm o hábito de listar as tarefas que precisam ser realizadas naquele mês, semana ou dia, são os chamados “to do”. No entanto, poucas pessoas preocupam-se com o tempo de duração de suas ações. Saber o tempo médio de duração de uma tarefa ajuda a encaixar o número ideal de afazeres no tempo de realização disponível.

2- Organize as prioridades

Além de dar relevância à duração de uma tarefa, é extremamente importante definir o grau de urgência de uma demanda, bem como a sua dificuldade de resolução. Isso, pode poupar seu tempo e sua energia. Deixar as tarefas mais difíceis para o fim do dia, quando o cansaço começa a surgir, pode fazer com que elas se estendam por mais tempo do que quando realizadas com a cabeça ainda fresca.

3- Tenha uma agenda

Uma agenda é um instrumento valioso para a administração de tempo. Nela é possível registrar, além de compromissos e afazeres, dados importantes que você precisa ter a mão e consultar sempre. Como o número de um documento ou aquele ramal que você não sabe de cor. Contundo, é necessário mantê-la atualizada!

4- Atenção ao retrabalho!

Fazer uma tarefa com bastante atenção, ainda que leve um pouco mais de tempo, pode ser um grande benefício. Isso porque ao fazer algo com muita pressa, tendemos a deixar passar detalhes que precisarão ser revistos e corrigidos posteriormente, o que significa um maior tempo gasto.



Colocando essas dicas em prática, quem sabe você ganha umas horinhas de sono?

Este post tem 2 comentários

Deixe uma resposta