janeiro 13, 2022

Publicado por: Clave Consultoria

SÍNDROME DE BURNOUT: Como o RH deve agir a partir de agora.

O Burnout, classificado como doença ocupacional pela OMS em 2021, é causado pelo esgotamento físico e mental resultantes de um estresse excessivo no trabalho. A Síndrome é um conjunto de fatores elencados para identificar de forma médica se o paciente está tendo uma crise ocasionada pelo meio profissional que atua.

Para evitá-lo, a psicóloga Christina Maslach elenca seis dimensões importantes que precisam receber atenção no meio profissional. São eles: autonomia, carga de trabalho, recompensa, comunidade, justiça e valores.  Essas áreas são suficientemente amplas para abranger a rica variedade de abordagens de pesquisa adotadas pelos profissionais que dedicam suas vidas para estudar o fenômeno do Burnout.

A convidada para o Clave Talks esse mês é Carol Milters, facilitadora e investigadora da saúde mental na relação com o trabalho. Ela traz além de suas experiências, mas a visão de como o RH deve atuar, urgentemente, para evitar uma série de casos da Síndrome de Burnout. Ela afirma: quando surge a primeira pessoa com um atestado positivo para a crise, a tendência é que haja um efeito cascata.

Por isso, Carol traz dicas valiosas para que os profissionais da área e os próprios colaboradores precisam saber para identificar antes que o caos se instale dentro da organização.

Confira na íntegra nosso podcast. Você pode ouvir em nosso canal no Spotify, assistir ao vídeo em nosso Youtube ou dar o play aqui em nosso blog.

00:00
00:00
  • Síndrome de Burnout: como o RH deve agir a partir de agora 00:00

Henrique Sakae

Sócio da Clave, atua na área de projetos em Assessment a nível de gestão para clientes de grande porte. Apoia e viabiliza a estratégia de transformação digital do modelo de negócio em consultoria. Além disso, elabora e integra estratégias de branding entre as áreas Marketing, Comercial e Produtos.