Como se comportar em entrevistas e evitar a timidez | Clave Consultoria

Entrevistas de emprego normalmente não são fáceis e o entrevistado acaba ficando ansioso e tenso com aquele momento. Quando se é tímido a situação pode ser ainda pior e, o que era para ser um momento de mostrar seus pontos fortes e qualidades, acaba se tornando um momento de frustração.
Sendo assim, separamos algumas dicas para que a entrevista não seja mais um bicho de sete cabeças.

1) Esteja preparado para o momento

Pesquise ao máximo sobre a vaga pretendida e sobre a empresa em questão. Seja autoconfiante e saiba como mostrar suas qualidades e porque é a pessoa ideal para o cargo. Se conhecer e refletir sobre as próprias competências e entregas permitirá criar um discurso claro e conciso sobre si, o que trará calma e segurança na hora da entrevista. Não vá com falas ensaiadas, mas esteja preparado.

2) Seja honesto

Isso não se aplica somente aos tímidos, mas a todos que estão em busca de uma vaga de emprego. Nunca se venda por algo que não é, por atividades que não realiza ou por ferramentas que não sabe usar. Se a timidez é uma característica sua leve-a com você e seja sincero em relação a isso, mas sempre mantendo a segurança e procurando estabelecer uma empatia com o recrutador. Mostre que a timidez não o impossibilita de desenvolver um excelente trabalho.

3) O corpo fala

Quando estamos nervosos ou desconfortáveis com determinadas situações, reagimos de diferentes maneiras e estas podem acabar nos prejudicando. Numa entrevista de emprego, você está sendo avaliado não apenas pelo que está falando, mas também pela expressão corporal. Cuidado com as mãos, evite ficar mexendo nos cabelos e óculos, colocando e tirando as mãos dos bolsos, pegando em objetos ou olhando muitas vezes para o relógio. Neste momento, o melhor é ficar tranquilo para passar por mais esta etapa.

4) Não tenha pressa de responder

O momento da entrevista é o que você tem para mostrar suas habilidades e competências para a vaga desejada, então aproveite este tempo com calma e sem pressa, você não está em uma corrida. Não precisa se afobar para responder prontamente ao que foi perguntado. Pense e responda com clareza e confiança da resposta.

5) Risque as gírias do seu vocabulário

“Embora existam expectativas diferentes para cada cargo trabalhado no mercado, e que em alguns casos a cultura informal prevalece em relação a formal dependendo da empresa, não podemos negar que a utilização de gírias, em quase todos os casos, não é adequada quando visamos transmitir a melhor imagem profissional aos recrutadores. Neste caso, mesmo que o candidato tenha por hábito utilizar gírias em seu cotidiano, a dica é procurar valorizar um vocabulário mais formal no momento da entrevista”, explica a consultora Clara Nunes, da Clave.

6) Estude o dress code da empresa sim

“Muitos de nós talvez não tenhamos percebido, mas o mercado de trabalho funciona como uma grande indústria em busca de ‘produtos de qualidade’ (embalagem e conteúdo), isto é, os recrutadores estão em constante busca pelos profissionais que melhor se posicionam e vendem sua imagem. Neste sentido, não basta nos esforçarmos ao máximo cuidando do currículo, do discurso na entrevista, se não nos atentamos primeiramente ao impacto que nosso visual irá causar no momento da apresentação. Neste caso, a dica aqui é procurar primeiramente pesquisar sobre a cultura organizacional da empresa que você está interessado, assim como o cargo que deseja ocupar, para posteriormente escolher a vestimenta mais adequada à ocasião. Muitas vezes ir excessivamente formal prejudica sua imagem, assim como o contrário também pode causar uma impressão ruim. No entanto, independente da empresa, para os de cargos de alta gestão, sempre é recomendado a utilização de trajes mais formais”, conclui Clara.