Durante a entrega do Globo de Ouro 2018, a apresentadora e empresária Oprah Winfrey recebeu o prêmio Cecil B. DeMille, concedido anualmente pela Associação de Correspondentes Estrangeiros a figuras notáveis da indústria audiovisual americana.  
 
Em noite marcada por protestos contra o assédio sexual, onde atrizes utilizaram roupas pretas em apoio ao movimento Time’s Up, Oprah utilizou seu discurso de agradecimento para falar sobre o tema de forma forte e marcante, sendo o grande destaque do evento.  
 
Se você também precisa fazer um discurso ou exposição com excelência, confira as principais lições que o discurso de Winfrey deixou:  
 
1- Identificar seu público 
 
Oprah reconheceu que seu público não era apenas o que estava presente na premiação, lembrando e trazendo para seu discurso também aqueles que a assistiam pela televisão.  
 
2- Compartilhar sua história de vida 
 
A apresentadora iniciou o discurso relembrando o momento em que era apenas uma criança e assistiu, na TV, a Sidney Poitier ser o primeiro negro a receber um Oscar e como isso mudou a história. Dessa forma, ela provou o impacto de ser a primeira mulher negra a receber o prêmio Cecil B. DeMille na vida de jovens mulheres que a assistiam naquele momento em suas casas. 
 
3- Usar palavras fortes e emocionantes 
 
Na premiação marcada pelo protesto contra o assédio sexual, Oprah contou a história de Recy Taylor, mulher negra sequestrada e estuprada por seis homens brancos. O caso serviu para ilustrar a reflexão sobre uma sociedade dominada por homens poderosos, trazendo raiva e inspirando a vontade de mudar o cenário. 
 
4- Finalizar de forma motivadora 
 
“Um novo dia está nascendo no horizonte.” foram as palavras escolhidas para inspirar as mulheres que vêm batalhando pelo seu espaço e, como forma de unir a todos em um mesmo propósito, mostrou também o papel dos homens nessa luta.   
 
Assista ao discurso completo: https://youtu.be/fN5HV79_8B8 
 
Fonte: Época Negócios